quarta-feira, 7 de julho de 2010

UMA VERGONHA RUBRO NEGRA.



Eu, como uma grande admiradora do futebol em todo o mundo, e uma torcedora “roxa” do Flamengo, preciso deixar exposta aqui toda a minha vergonha nesse momento. Vergonha de dizer que sou rubro-negra de coração, vergonha de ter, por tantas vezes, venerado o nome de um homem sem escrúpulos, sem humanindade. Um monstro sem sentimentos. Seu nome: Bruno.
Culpado ou não, eu tenho minhas verdades. E a verdade que carrego nesse momento é que um homem que defende a camisa de um time, um homem público e adorado pela maior torcida do mundo não poderia, em hipótese alguma, ser nem citado em um crime hediondo como esse, quanto mais ser considerado principal suspeito, pagando traficantes para sumir com o corpo de qualquer pessoa.
O clube de regatas do Flamengo, criado inicialmente para sediar o remo como seu esporte principal, passou, a partir de 1912, a ser o portador de um dos melhores times de futebol do mundo. 31 vezes campeão carioca, 5 vezes campeão brasileiro, campeão do mundo! Um clube que foi eleito pela FIFA como um dos 9 maiores times do mundo. Time de Zico, de Junior... de grandes vitórias. O time da raça, do amor e da paixão agora é esculachado por qualquer vagabundo simplesmente porque esse animal comete um crime estúpido como esse.
Crianças, adultos, velhos... ninguém mais sente o orgulho de ser rubro-negro que antes assolava nossos corações. Meu coração é sim rubro-negro, mas agora ele está dolorido por saber que meu time está se tornando quase um presídio ambulante.
O que precisa ficar claro para todo mundo é que nós, torcedores do Flamengo, estamos sofrendo muito por saber que tínhamos como nosso principal ídolo um monstro. Não precisamos agora de mais críticas, de apontamentos. Nós não somos o Bruno. Somos torcedores e não podemos adivinhar o que se passa na vida de nossos jogadores. Isso cabe aos diretores do clube. Eles têm que averiguar isso para que o time não seja o que está se tornando.
O que é o flamengo agora? Time de bandidos, viciados, traficantes? Time de um assassino frio e calculista que é capaz de permitir que desossem uma mulher dê a sua carne para um cão comer?
O Flamengo é muito mais que isso. O Flamengo é a vitória em campo, é o Maracanã cheio. São as vozes de seus torcedores gritando, juntas, o hino, as músicas, o nome de nossos ídolos.
E se for pra continuar como está, preferiríamos que o nosso Flamengo continuasse mantendo o Remo como seu esporte principal. 

Eu sou chata, azeda, exigente. Gosto de regras. Aliás, preciso delas. Isso não significa que eu não as quebre vez ou outra. Me perco com mu...